Dia Mundial Sem Tabaco

30-05-2017

Desabituação Tabágica e Medicina Tradicional Chinesa

Segundo a OMS, o consumo de tabaco, na Europa, é responsável por um milhão e 200 mil mortes anuais, número que tende a ascender aos dois milhões. Em Portugal, o consumo de tabaco atinge cerca de 20 a 26% da população, com predomínio de três homens e meio para cada mulher.

O tabagismo causa um grande prejuízo à saúde pública, já que é responsável pela diminuição da qualidade e duração de vida. Tem ainda a agravante de ser um factor de risco não apenas para o fumador, mas para todos aqueles que se encontram frequentemente expostos ao fumo passivo. (Fundação Portuguesa de Cardiologia, 2017)

De entre as várias áreas dentro da Medicina Chinesa, a acupuntura e a auriculoterapia são as mais conhecidas e procuradas pelas pessoas para o processo de desabituação tabágica.
Um dos pontos mais importante é a vontade do paciente, para levar a cabo um processo de carência de algo que inicialmente lhe dava prazer, que poderá gerar ansiedade e substituição desse vicio por outro, como por exemplo comida.

A Associação Nacional de Desintoxicação por Acupunctura defende um protocolo de acupunctura auricular com o objectivo de...

  • Reduzir o desejo por álcool, drogas, incluindo a nicotina
  • Minimizar os sintomas de carência do produto viciante
  • Aumentar a calma, melhorar o sono e gerar menos agitação
  • Aliviar o Stress e o trauma emocional
  • Ajudar na relação Paciente / Terapeuta
  • Promover a calma e força interior

O que ganha se parar de fumar? (Fundação Portuguesa de Cardiologia)

Após 20 minutos

A pressão arterial e o ritmo da pulsação voltam ao normal.

Após 8 horas

Os níveis de nicotina e monóxido de carbono no sangue diminuem em 50% e o oxigénio sobe para valores normais.

Após 48 horas

A tensão arterial é estabilizada e o paladar melhora.

Após 72 horas

Os brônquios descontraem-se, a respiração solta-se e a pele torna-se mais luminosa.

Após 2-12 semanas

A circulação melhora significativamente e caminhar torna-se menos cansativo

Após 6-9 meses

Sente um aumento gradual do bem-estar geral, acompanhado de mais vitalidade.

Após 5 anos

O risco de cancro da boca e do esófago reduz-se para metade.

Após 10 anos

Corre 50 % menos risco de ter um cancro do pulmão do que um fumador.

Após 15 anos

O risco de doença cardiovascular é semelhante ao de uma pessoa não fumadora, do seu sexo e idade.